Por que a simplicidade será a novidade do marketing para 2017?

Vi esse post no Implantando Marketing e gostei!

 

A maioria dos clientes quando vão as compras, independente do canal, almejam simplicidade na compra e no atendimento, desejam que essa experiência seja prática e nada burocrática. Afinal, esse tipo de atendimento traz o cliente de volta ao ambiente da marca e pode gerar o famoso marketing boca a boca.

Tornar-se uma empresa simples não significa ser uma empresa menos elaborada ou com produtos de menor valor. Ser simples faz com que a marca se torne uma empresa clara para o consumidor, com metas e objetivos transparentes e uma proposta tão leve que seja fácil para o cliente memorizar. Empresas que têm se empenhado em ser cada vez mais simples têm notado uma diminuição com gastos que antes eram empenhados em resoluções de problemas ou burocracias, por exemplo. Criar produtos simples, fáceis de se usar ou consumir, também é função de uma empresa moderna e simples, além disso é necessário ter um atendimento rápido e eficiente, com pessoas treinadas e com facilidade em resoluções de problemas.

Simplificar a vida, a compra e a experiência dos consumidores traz consigo a lealdade do mesmo. Se colocar no lugar dele, entender qual é a sua realidade e buscar atendê-la com eficiência é o caminho correto a se seguir. Empresas que criam algo muito sofisticado e complicado de se usar acabam perdendo público para seus produtos e serviços e podem ir ao fracasso.

Veja abaixo o ranking das marcas mais simples do mundo, de acordo com a revista exame:

1. Google

2. Netflix

3. Publix

4. Amazon

5. Chiplote

6. Zappos.com

7. Dunkin’ Donuts

8. Burger King

9. KFC

10. Pizza Hut

Dentre essas marcas algumas são menos conhecidas no Brasil como a Chiplote que é uma rede de restaurantes de comida mexicana, a Publix que é uma marca de supermercados e farmácias e a KFC que é uma marca de fast food especializada em frango.

Segundo a revista mais de 12 mil consumidores foram entrevistados em oito países sobre a percepção pessoal de simplicidade ou complexidade das marcas mostrando mais uma vez que as marcas mais simples conseguem mais envolvimento com seus clientes, menos gastos e mais lucros.

 

Post escrito pela Camila França, do Implantando Marketing